Os números de 2011. Graças a você leitor!

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2011 deste blog.

Aqui está um resumo:

A sala de concertos do Sydney Opera House possui 2.700 lugares. Este blog foi visto por cerca de 18.000 vezes em 2011. Se fosse um show no Sydney Opera House seriam cerca de 7 shows lotados para que muitas pessoas pudessem vê-lo.

 

Clique aqui para ver o relatório completo

Três Regras para Fazer Network no Trabalho

Muitas vezes pensamos em rede de contato com pessoas fora de nossas empresas. Mas fazer network com colegas da mesma empresa é crucial. Aqui estão três regras de ouro para o crescimento de sua rede dentro da sua empresa:
Desenvolva seu mundo exterior, não o interior. Não desperdice tempo aprofundamento conexões com pessoas que você já conhece. Entre em contato com pessoas de outras equipes ou unidades de negócios.

É melhor diversidade e não tamanho. Ao invés de construir uma rede de contatos em massa, desenvolva uma rede eficiente. Isto exige conhecer pessoas que são diferentes de você, de sua área de atuação ou nicho, e vice versa.

Vá além de rostos familiares. Identifique aquelas pessoas que são os conectores ne sua empresa, pessoas que já trabalharam numa variedade de equipes e projetos diferentes e peça-lhes para conectá-lo aos outros.

por Morten Hansen.

Como Fazer uma Equipe Complexa Cooperar

Executar grandes e importantes projetos requer equipes grandes, diversificadas e eficazes. No entanto, como o tamanho da equipe aumenta e o grupo se dispersa, a performance tende a diminuir. Você pode desenvolver colaboração em equipes complexas de três formas:

Treine os colaboradores nas competências certas. A maioria das pessoas não colaboram por natureza. Eles precisam das competências certas: Apreciar os outros, se envolver apenas em conversas com propósito significativo, resolver problemas e conflitos de forma produtiva.

Ajude os funcionários a conhecerem uns aos outros. Pessoas as quais se conhecem socialmente são mais propensas a colaborar. Invista tempo em networking e eventos sociais para desenvolver um senso de comunidade.

Seja um modelo de comportamento colaborativo. Funcionários imitam o que eles vêem no topo. Líderes devem trabalhar visivelmente em conjunto e ser um substituto a qualquer pessoa na organização.

por Diane Coutu e outros

Pense nisto!

Três Maneiras de se Recuperar de um Erro Grave

Todo líder eventualmente irá precisar pedir desculpas por um erro que cometeu. Aqui estão três passos que poderão ser tomados quando chegar a sua vez:

Admita o erro. Confessar agilizar o processo de recuperação. Embora seja tentador se esquivar e fugir da responsabilidade, isto só fará piorar as coisas.

Tente rir de você mesmo. Se for apropriado faça isto e dê permissão aos outros para fazerem o mesmo. Afinal, ninguém quer líderes que se levam tão a sério.

Reformule a discussão. As pessoas vão querer falar e relembrar o erro para sempre. Dê ao o erro que lhe é devido, mas recentre-se novamente no que mais importa: avançar.

por Dorie Clark.

Os 10 erros dos recrutadores em seleções

Dê um Basta na Imagem de Superman

Se você é uma grande realizador, pode ser difícil crescer profissionalmente. Você tem uma imagem de sucesso a preservar, assim, em vez de assumir riscos, você pode bloquear-se em uma rotina sempre lutando para manter sua imagem de super realizador. Aqui estão três maneiras de quebrar esse ciclo:

Use sua rede de apoio. Realizadores tendem a ser independentes por natureza, mas qualquer um precisa de ajuda. Pergunte a pessoas próximas a você quais habilidades eles acham que você pode melhorar.

Seja humilde. Esteja sempre aberto para aprender e adquirir novas experiências de aprendizado que façam você se sentir incerto no topo e incompetente quando o pior acontecer. Lembre-se que estes sentimentos são temporários e são um prelúdio para uma maior capacidade profissional.

Admita os erros. Exercite sempre o reconhecimento de incertezas e dos erros a pessoas próximas a você.

por Thomas DeLong e Sara DeLong

As cinco dimensões da liderança

Evite estes Três Erros Comuns ao Tomar Decisões

Tomar decisões é a sua mais dura tarefa como líder. Quanto mais importante for a decisão, maior é a possibilidade de você ficar paralisado. Aqui estão três maneiras de evitar as armadilhas mais comuns:

Ancoragem. Muitas pessoas dão um peso desproporcional à primeira informação que eles recebem. Certifique-se de buscar outras linhas de pensamento, mesmo que a primeira pareça certo.

Status quo. Mudanças geram desconforto e perturbação e sempre parecerá mais fácil manter as coisas do jeito como estão. Pergunte a você mesmo se o estado atual o levará de encontro aos seus objetivos e sempre minimize o desejo de permanecer no estado atual.

Confirmando evidências. Se você acha que novas informações ainda validam o seu ponto de vista, peça a um respeitado colega para argumentar contra a sua perspectiva. Também evite trabalhar com pessoas que sempre concordam com você.

por Jeffrey Pfeffer

Três Passos para Influenciar a Cultura

Você não pode simplesmente criar a cultura que você quer na sua organização. Cultura não é uma meta, mas o resultado de um conjunto de comportamentos coletivos. Em vez de exigir comportamentos, exerça influencia e molde a cultura da empresa com estes três passos:

Transmita a visão. Defina suas aspirações. Responda: Quais são os comportamentos fundamentais que caracterizam a cultura que você quer criar?

Demonstre como novos comportamentos podem ajudar o negócio. Nada reforça comportamentos mais do que o sucesso. Trabalhe junto com sua equipe para mostrar o seu exemplo de comportamento ideal aplicado a um projeto específico que precisa melhorar.

Integre estes comportamentos aos processos de RH. Pessoas tendem a fazer o que é medido e recompensado. Use os comportamentos desejados como critérios para contratação e promoção.

por Ron Ashkenas.

A cultura é criada através das mensagens que as pessoas recebem sobre o que é valorizado

Evite Estes Três Erros numa Apresentação

Para realizar uma grande apresentação é necessário muita preparação e prática. Você precisa primeiro conquistar a confiança de sua platéia e transmitir a sua mensagem com clareza. Aqui estão três erros que você deve evitar da próxima vez que ficar de frente para a multidão:

Não conhecer o público. Bem antes de subir ao púlpito saiba quem é o seu público e o que eles farão com a informação que você irá passar.

Falhar ao prender a atenção dos ouvintes. Dê ao público uma forte razão para permanecerem atentos. Capte a atenção deles ao descrever (contar uma história) a solução de um problema que está tentando resolver ou use uma anedota ou um fato que desafie a lógica ou a intuição.

Usar recursos visuais não relacionados. Não é só porque um gráfico é de boa aparência que deve ser usado na apresentação. Se você usar auxílios visuais que não estão diretamente relacionados a sua mensagem, a sua palestra pode se tornar maçante e confusa.

por Nick Wreden e outros

Coloque a Ética em Primeiro Lugar e depois os Clientes e os Lucros

Todo mundo sabe que qualquer negócio precisa ter ética, clientes e lucros, mas a grande maioria das empresas quebram porque invertem esta sequencia. O erro mais comum é colocar o lucro em primeiro lugar. Quando você faz isso os números se tornam a justificativa para qualquer comportamento ou atitude desde que se faça dinheiro a qualquer custo.
Em vez disso, comece por fazer o que é certo e garanta que todos na empresa façam o mesmo. Depois, foque nos clientes, a melhor maneira de atraí-los e mantê-los é tratá-los sempre bem e ser incrivelmente bom no que faz. Uma vez que você tenha dominado os dois primeiros elementos, daí sim você pode se concentrar em ganhar dinheiro.

por Clif Reichard

Quão confiável você é?

Três Formas de Lidar com o Inesperado

Tentar prever o futuro é inútil. Em vez disso, esteja preparado para o que vier. Quando o inesperado bater a sua porta, faça estas três coisas:

Pare e Pense. Se você se sentir pressionado a tomar uma decisão, pare o que estiver fazendo. Dê a você mesmo uma chance para pensar antes de agir. Quanto mais importante a questão, mais se exigirá da inteligência (e por que não do coração) uma reação. Decisões tomadas (ou respostas dadas) no calor da emoção tendem a ser menos racionais.

Avalie as opções. Não desperdice tempo desejando que as coisas fossem diferentes. Pense sobre a melhor saída em cada situação, a informação que você tem a mão e os recursos disponíveis. Visualize todas as opções possíveis.

Avance. Baseado em sua nova avaliação tome uma firme decisão e se comprometa. Mesmo que depois esta decisão não pareça a ideal, aceite que é a melhor, dadas as circunstancias.

por Peter Bregman.